O Núcleo Devgirls é um coletivo auto organizado pelas alunas do curso Superior de Tecnologia em Jogos Digitais do IFRJ, campus Engenheiro Paulo de Frontin. Atuamos em rede com o Meninas Digitais, e nosso objetivo é fazer com que o mercado reconheça que as mulheres que fazem parte do nosso ecossistema estão aptas para atuar na indústria criativa, especificamente na área de Jogos Digitais e segmentos afins.

devgirlscapa

Contexto

De acordo com o 2o Censo da Indústria de Jogos Digitais, as mulheres são apenas 20% da força de trabalho em empresas brasileiras de jogos. Sendo apenas 11% em programação, 23% na área artística. Ainda, segundo o mesmo censo, o número segue a tendência pela International Game Developers Association (IGDA), onde o cenário é composto por 75% de homens e 23% mulheres.

A Organização das Nações Unidas, todos os países e partes interessadas, atuando em parceria colaborativa pensaram em um plano para 2030 chamado de 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com mais de 169 metas a serem alcançadas em escala na Agenda Universal. Entre elas podemos nos deparar com o objetivo 5 “Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas”.

Reconhecendo a partir de pesquisas e dados tanto do CNPq quanto de projetos parceiros do Meninas Digitais (que são mais de 62 em 2019) que as mulheres infelizmente ainda são minoria nos cursos de exatas e tecnologia, sendo o ambiente de desenvolvimento de jogos digitais dominados por homens, inclusive no âmbito do mercado de trabalho como citado pelo 2o Censo promovido pelo Ministério da Cultura.

Por aqui nós promovemos a equidade de gênero, inclusão e diversidade no processo de formação e igualdade de oportunidades nas áreas de tecnologia da Informação, produção de Jogos Digitais, computação e atividades relacionadas à Artes e Tecnologia STEAM e Economia Criativa.